Johann Tobias Beck

J. T. Beck (1804- 1878) foi um teólogo alemão notório por sua posição biblicista, realista e existencial.

Filho de uma família de classe média de Württemberg, estudou na Universidade de Tübingen de 1822 a 1826. Influenciado pelo pietismo radical e por Johann Albrecht Bengel; serviu como ministro em várias paróquias em Württemberg. Em 1836 passou a lecionar Universidade de Basel, mas em 1843 ele voltou para Tübingen.

Críticos dos hegelianos e das posições liberais e conservadoras teológicas de sua época, Beck era expoente de uma escola teológica própria. A Escola de Württemberg contrastava tanto com a escola crítica de Tübingen representada por Ferdinand Christian Baur quanto a escola historicista de F. Delitzsch e C. F. Keil. Para Beck, ambas eram demasiadamente especulativas.

A base para teologia não seria o “conhecimento especulativo” somente “conhecimento para a fé”. Qualquer coisa que não fosse biblicamente fundamentado não se qualifica como verdadeiro conhecimento de Deus. Ao invés de olhas as Escrituras como um objeto a ser examinado em seu contexto do passado histórico, Beck buscou encontrar nela a História de Salvação. Nisso, os eventos e testemunhos humanos que dariam origem ao texto bíblico canônico são irrelevantes à fé, pois o encontro do crente com esse plano divino na história documentada na Bíblia levaria à ação e paradoxos que forçariam a conhecer relacionamente a Deus. A razão humana ou a síntese feita pela Igreja poderiam até produzir ou não conhecimento verdadeiro, mas a exegese espiritual (pneumática) da Bíblia resulta da obra do Espírito Santo. Dessa forma, a teologia sistemática aos moldes da História de Salvação produzirá o conhecimento real de Deus.

Beck antecede muito da teologia dialética. Por exemplo, introduziu Søren Kierkegaard aos alunos em Tübingen e depois Karl Barth veria nele um interlocutor.

BIBLIOGRAFIA

Einleitung in das System der christlichen Lehre (1838, 2a ed. 1870)
Die christliche Lehrwissenschaft nach den biblischen Urkunden (1841)
Umriss der biblischen Seelenlehre (1871)
Christliche Reden (6 band, 1834-1870)
Leitfaden der christlichen Glaubenslehre (1869)
Christliche Liebeslehre (1872)
Erklärung der zwei Briefe Pauli an Timotheus (1879)
Pastorallehren nach Matthäus und der Apostelgeschichte (1880)
Vorlesungen über christliche Ethik (3 band, 1882-83)
Erklärung der Offenbarung Johannes 1–12 (1883)
Erklärung des Briefs an die Römer (1884)
Erklärung der Briefe Petri (1896)

Giueppe Petrelli

Giuseppe Petrelli (1876 – 1957) foi um teólogo, jornalista, jurista, professor universitário, missionário e ancião ítalo-americano.

Petrelli nasceu em uma família abastada no vilarejo de Noepoli, na província de Potenza, na Basilicata, no sul da Itália. Estudou Direito e trabalhou como jornalista em Nápoles antes de sua conversão ao evangelho em uma igreja batista.

Emigrou aos Estados Unidos em 1905, onde foi pastor de uma grande igreja batista em Nova Iorque devotada ao público imigrante italiano. Nessa igreja, dedicava-se ao cuidado dos mais pobres. Por um tempo, foi professor no Colgate College.

Passou por sua experiência pentecostal em 1915 e três anos depois deixaria o pastorado batista para juntar-se ao movimento pentecostal italiano como ancião.

De retorno à América do Norte, tentou mitigar a controvérsia do consumo de sangue em relação a Atos 15. Mal compreendido, isolou-se e continuou seu ministério sem ocupar responsabilidades por igrejas locais. Passou a dar lições bíblicas durante a semana nas igrejas italianas da região metropolitana de Nova Iorque e congregava na igreja de Belleville.

Começou a desenvolver um ministério itinerante de ensino bíblico entre as igrejas italianas da América do Norte. Na década de 1920 fez várias viagens à América do Sul para atender a igreja italiana na Argentina e no Brasil, onde seu irmão, o engenheiro Leonardo Petrelli, morava.

Um prolífico autor e correspondente, seus escritos ainda não foram totalmente publicados. Sua concepção de renúncia a Cristo revelado nas Escrituras e confiança na ação do Espírito Santo guiaram sua obra. Erudito e falante de várias línguas vernáculas e clássicas, lia a Bíblia conciliando a hermenêutica de um literato com uma leitura quase jurídica, quase pastoral, na qual buscava iluminação do Espírito Santo. Suas obras são na maioria cristológica, pneumatológica, estudos de livros e personagens bíblicos e eclesiológica.

Seu legado e público permanece em um nicho restrito na Itália (onde alcança mesmo um público católico), algumas igrejas e leitores nos Estados Unidos e Argentina.

Introspectivo, não afoito ao personalismo, erudito e aristocrático; Petrelli constratava muito com a primeira geração do pentecostalismo. Entretanto, aproximava das pessoas sempre como iguais a ele.

OBRAS

  • Simon Pietro (1911)
  • Cristo per fede (1912)
  • Davide, peccatore e penitente (1915)
  • La chiesa di Cristo (1929)
  • Il figliuol dell’uomo (1930)
  • Fra i due testamenti (1930)
  • Il verme di Giacobbe (1935)
  • Lo Spirito Santo (1938) em inglês, Heavenward: Book One: The Holy Spirit (1953)
  • Ricevendo il Regno (1950), em ingês, Heavenward: Book Two: Receiving the Kingdom (1953)
  • Perché crocifissero Gesù (1950) em inglês, From darkness to light Part One: Why they crucified Jesus (1957)
  • I nemici di Davide (1951) em ingês, From darkness to light Part Two: The enemies of David (1957)
  • Caino il fabbricatore e Iddio architetto e fabbricatore (1953)
  • Come in cielo (1953) em inglês Him – His: Book Three: As In Heaven (1954)
  • Partecipi della natura divina (1954) em inglês: Heavenward: Book Three: Partakers of the divine nature (1953)
  • Dalle tenebre alla luce dalla podestà di satana a Dio (1955)
  • La legge dello Spirito (1955)
  • Libertà (1955)
  • Ecce Homo (1956)
  • Il messaggio di san Paolo agli anziani di Efeso (1954)
  • Il corpo di Cristo (1957)
  • Al Golgota si incontrano le età (1957), em inglês:  Him – His Prologue (1954)
  • Lui e la sua dottrina, Lui e i suoi (1957)
  • Annuali de «Il Regno di Dio» 1948-1949-1950 (1958)
  • Messaggio a Giobbe (1959)
  • Ristoratori di rovine (1960)
  • Annuali de «Il Regno di Dio» 1951-1952-1953 (1961)
  • Il ritorno del Signore (1965)
  • Annuali de «Il Regno di Dio» 1954-1955-1956 (1965)
  • Annuali de «Il Regno di Dio» 1957-1958-1959 (1968)
  • Le parabole di Gesù (1982)
  • Corrispondenza (2006)
  • Parlare – Tacere (2007)
  • Le beatitudini (2009)
  • Orando (2010)
  • Messaggi (2015)
  • Epistole (2017)
  • Epistole a destinatari sconosciuti (2020)
  • La chiesa, la invisibile (1952)
  • Il redentore (1955)
  • Abrahamo, Giovanni, Tommaso (1966)
  • Apocalisse (2005) em inglês: Tuesday night lesson (Appunti in fascicolo 1944 – 1945 – 1948 – 1949)
  • Meditazioni sulla Genesi (2008) em inglês: Wednesday night lesson (Appunti in fascicolo 1944)
  • Isaia – Il profeta del ristoramento (2011) em inglês:  Tuesday night lesson (Appunti in fascicolo 1944 – 1945 – 1948 – 1949)
  • La Persona di Cristo (2012) – Tratto da: The Person of Crist uscito a puntate su «Il Re ed il Regno».
  • San Paolo negli Atti degli Apostoli (2012) –em inglês:  Tuesday night lesson (Appunti in fascicolo 1944 – 1945 – 1948 – 1949)

SAIBA MAIS

Alves, Leonardo Marcondes.  Petrelli, Giuseppe, in Michael Wilkinson, Connie Au, Jörg Haustein (ed.). Brill’s Encyclopedia of Global Pentecostalism Online, Leiden, Brill, 2020, DOI:10.1163/2589-3807_EGPO_COM_047965.

Londino Bernabei, Caterina. Biografia del Servitore di Dio Giuseppe Petrelli. Torino, Londino Caterina, 2012.

Napolitano, Carmine. Giuseppe Petrelli, Teologo pentecostale delle origini. Napoli: Fondazione Chàrisma Edizioni, 2015.