Aparato eutaliano

O aparato eutaliano é um corpus de textos auxiliares que para o auxílio da leitura de Atos e das epístolas do Novo Testamento.

Trata-se de elementos paratextuais encontrados em um grande número de manuscritos bíblicos gregos. São divisões de texto, listas e resumos. Aparecem no início dos livros, na margem do texto e no final dos livros.

Algumas fontes identificam o autor como Euthalius, bispo de Sulci ou Evagrius, mas quase nada se sabe sobre ele.

Evangelho Pleno

Os termos Full Gospel, Evangelho Completo, o Evangelho Pleno ou “Todo o Evangelho” descrevem a doutrina que se originou nos avivamentos do século XIX após a Guerra Civil Americana, com pessoas como Albert Benjamin Simpson para as doutrinas de uma completa obra regenerativa realizada em Cristo.

A expressão “evangelho completo” refere-se a Rm 15:18-19, que na versão King James aparece “I have fully preached the Gospel of Christ.”

Porque não ousaria dizer coisa alguma, que Cristo por mim não tenha feito, para obediência dos gentios, por palavra e por obras; 19 pelo poder dos sinais e prodígios, na virtude do Espírito de Deus; de maneira que, desde Jerusalém e arredores até ao Ilírico, tenho pregado o evangelho de Jesus Cristo.

A expressão tem sido utilizada por algumas igrejas do movimento pentecostal italiano, como a Church of the Full Gospel em Chicago e no púlpito e no selo da Assemblee di Dio in Italia, em Roma.

Edith Stein

Edith Stein (1891-1942) foi uma teóloga católica e mártir alemã.

Nascida em uma família judia ortodoxa, a caçula de onze crianças aderiu ao ateísmo na adolescência. Durante a Primeira Guerra Mundial, Stein foi voluntária da Cruz Vermelha. Estudou e doutorou-se em filosofia (a primeira mulher a receber tal doutorado na Alemanha), sob influência de Edmund Husserl, interessando-se pela fenomenologia.

Em 1922 converteu-se a Cristo ao ler Teresa d’Ávila, sendo batizada como católica. Banida da universidade pelos nazistas, entrou para a ordem das Carmelitas Descalças em Colônia. Foi presa nos Países-Baixos pela Gestapo e deportada para o campo de extermínio em Birkenau.

Desenvolveu uma teologia sobre as mulheres, defendendo o direito feminino ao acesso à educação e sua vocação profissional. Sua teologia parte da unidade do ser humano e na diferenciação dos gêneros. À mulher deveria ser garantido seu desenvolvimento humano, feminino e individual. Tomou como modelo a pessoa de Maria.

Stein foi pioneira de uma teologia que considera o judaísmo de Jesus Cristo e da Igreja Primitiva. Denunciou e rejeitou o antissemitismo. Sua teologia da cruz visava a união com Cristo.

Como filósofa, estudou a empatia como um meio de compreender o Outro através de si. Desse modo, a apreensão da realidade ocorre mediante a empatia.

Evangelista

Evangelistas são mencionados apenas três vezes no Novo Testamento.

Filipe era um evangelista em Cesareia (Atos 21:8), mas não temos explicações do motivo de ele ser chamado assim. Suas atividades de propagação do evangelho levam a inferir que evangelista seria um disseminador da mensagem de Cristo.

Evangelistas estão listados entre outros dons ou vocações à Igreja (profetas, mestres, pastores, apóstolos) em Efésios 4:11, sem definir o que seria um evangelista.

Uma definição funcional aparece em 2 Tm 4:1-5, onde um evangelista é aquele que trabalha para disseminar o Evangelho.

A palavra grega para “evangelho” é εὐὐγγελος (euangelo) e o verbo que significa “pregar o evangelho” é εὐαγγελζζεσθαι (euangelizesthai). Isso leva a inferir que “evangelista” (euangelistes εὐαγγελιστής) significasse “portador de boas notícias”.

O termo não aparece quase na literatura cristã primitiva. Uma notável exceção é Panteno de Alexandria, o qual é contado entre os evangelistas por Eusébio de Cesareia (História Eclesiástica 5.10). Eventualmente, o termo ficou associado aos autores dos quatro evangelhos canônicos.

Esmirna

Esmirna era uma cidade na costa oeste da Ásia Menor. A atual Izmir possui cerca de 4 milhões de habitantes. Ficava no final de uma importante estrada leste-oeste, possuía um excelente porto e era cercada por ricas terras agrícolas. A liderança da cidade era consistentemente leal a Roma.

Esmirna é uma das sete cidades mencionadas no livro de Apocalipse (Ap 1:11). A mensagem dirigida a Esmirna reflete o conflito entre cristãos e judeus (Ap 2:9-10).

No século II, Inácio de Antioquia visitou Esmirna e depois escreveu cartas ao seu bispo, Policarpo. Policarpo, discípulo do apóstolo João, sofreu o martírio em 155 d.C.

Éfeso

Éfeso era cidade portuária e capital da Ásia Menor (Ásia Proconsular) entre Esmirna e Mileto. Foi sede do culto e Templo de Diana (Artemis). Seu teatro era o maior do mundo, com capacidade para 25.000 espectadores. Chegou a ser quarta maior cidade do império Romano no século I d.C. Hoje, é o sítio arqueológico Ayasuluk Höyük, próximo a Selçuk.

De acordo com Atos 18:19-21, Paulo navegou de Corinto para Éfeso com Priscila e Áquila, o casal que tinha instruído Apolo na cidade (Atos 18:24-26).

Paulo em sua terceira viagem missionária (Atos 19:1-20:1) permaneceu por mais de dois anos. Nesse período, teve uma grande comoção com a classe dos ourives. Depois, em seu caminho de volta a Jerusalém, Paulo se encontrou com os anciãos de Éfeso em Mileto (Atos 20:16-38). Em 1 Timóteo 1:3, Paulo encarregou Timóteo de permanecer em Éfeso. Seria destinatária da epístola paulina que leva o nome do povo da cidade.

A igreja de Éfeso é a primeira das sete igrejas do Apocalipse (Ap 1:11; 2:1-7).

Depois do período neotestamentário a Igreja de Éfeso teve por muito tempo prominência. Lendas e tradições posteriores dizem que João, o discípulo amado, estabeleceu-se na cidade. Daí teria escrito o evangelho que leva seu nome, teria sido mentor para Policarpo de Esmirna e Papias. Outra tradição tardia identifica Éfeso como local dos últimos anos e da morte de Maria, mãe de Jesus.

A lenda dos sete dormentes foi ambientada em Éfeso (dentre outros locais onde a lenda se repete). A Basília de São João, a casa e a Igreja de Santa Maria também são sítios da tradição cristã da cidade. Foi sede do concílio de Éfeso em 431, quando condenou as doutrinas nestorianas, o chamado de Terceiro Concílio Ecumênico.

Edfu

Umas das raras fontes da presença judia no Egito durante a era romana é a comunidade Apolinópolis Magna ou Edfu.

Edfu é uma cidade egípcia, localizada na margem oeste do rio Nilo, entre Esna e Asuã. Tell Edfu contém o Templo Ptolomaico de Hórus.

Óstracas encontradas nesse sítio são datadas entre 70 d.C. e 116 d.C. A maioria delas, escritas em grego, são recibos e um terço registra a tributação do fisco judaico imposto por Vespasiano depois da Primeira Guerra Judaica.

Hacham, N., & Ilan, Ṭ. (Eds.). (2020). Corpus Papyrorum Judaicarum. De Gruyter Oldenbourg.

Tcherikover, Avigdor, Alexander Fuks, and Menaḥem Shṭern. “Corpus papyrorum Judaicarum: with an epigraphical contribution by David M. Lewis.” (1957).

Estela de Rimah

Estela de Rimah ou Estela de Adad-nirari III (810-782 aC), é um monumento monolítico descoberto em Tell er-Rimah, Iraque.

(filho de Hazael), rei da Síria, narrada em 2 Reis 13:5. Lista “Joás, o Samaritano” entre os reis estrangeiros que prestaram homenagem ao rei assírio.