J. Kwabena Asamoah-Gyadu

Johnson Kwabena Asamoah-Gyadu é um teólogo metodista ganense e pesquisador acerca do pentecostalismo, mídias digitais, cristianismo africano e acerca da religião em esferas virtuais. Estudou em Gana e na Universidade de Birmingham. Leciona e lidera o Trinity Theological Seminary em Legon.

Azazel

Azazel, em hebraico עֲזָאזֵל, em Lv 16:8, 10, 26 Azazel é um lugar desolado aonde um bode expiatório carregando os pecados era enviado. Durante o final do período do Segundo Templo, o termo aparece associado como um anjo caído responsável por disseminar conhecimento proibido à humanidade.

BIBLIOGRAFIA

Neto, Willibaldo Ruppenthal. “As interpretações de Azazel em Levítico 16.” Revista Ensaios Teológicos 2.1 (2016).

Adultério

Adultério em seu sentido mais simples seria violar o compromisso matrimonial envolvendo-se com outra pessoa. Em sentido amplo, envolve descumprir o pacto matrimonal estabelecido pelo casal ou pela forma sancionada pela sociedade local.

O adultério é proibido nos Dez Mandamentos (Êxodo 20:12), que diz: “Não cometerás adultério”. Em Gênesis 20:9 o adultério é chamado de “o grande pecado”.

Em boa parte das sociedades do Antigo Oriente Próximo e no judaísmo rabínico é tradicionalmente interpretado adultério como relacionamento sexual entre um homem e uma mulher casada. No entanto, no Novo Testamento há uma interpretação expansiva para o adultério, tanto para os homens quanto para as mulheres, quando Jesus condena os homens por cobiçar outra mulher (Mt 5:32, 19:9).

BIBLIOGRAFIA

Epstein, Louis M. “Sex laws and customs in Judaism.” (1948).

Westbrook, Raymond. “The enforcement of morals in Mesopotamian law.” Journal of the American Oriental Society (1984): 753-756.

Asafe

Asafe, filho de Berequias, ancestral dos asafitas, uma guilda de músicos do Primeiro Templo (1 Cr 16:4-5, 25). É atribuído a Asafe (ou à moda de Asafe) doze Salmos de Asafe.

Os Salmos de Asafe são numerados como 50 e 73-83 no Texto Massorético e 49 e 72-82 na Septuaginta. Apesar de variados, há em comum um tema do julgamento de Deus e como o povo deve seguir sua Lei.

Muitos desses salmos são lamentos e falam sobre a futura devastação, mas esperando a misericórdia de Deus e o poder salvador para o povo.

Outra característica desses salmos é o uso da palavra “selá.”

Antinomismo

Antinomismo e antinomia é a designação dada a quem considera indiferente ou não aplicável a normas de condutas bíblicas, sobretudo de conteúdo moral.

Não se trata de uma autodesignação, mas geralmente o termo é aplicado pejorativamente a grupos tidos como libertinos ou que esposam a crença de salvação por graça ao invés de méritos acumulados por obras.