Evangelho de Lucas

O terceiro evangelho na ordem canônica do Novo Testamento, chamado de Evangelho segundo Lucas, narra as obras e pregações de Jesus Cristo, principalmente com suas parábolas, demonstrando uma missão cuja compaixão transcende fronteiras dos povos e dos status pessoais.

COMPOSIÇÃO

Tradicionalmente este evangelho leva o nome e é creditado sua autoria a Lucas, um médico (Cl 4:14) gentio e companheiro de viagem de Paulo. É do mesmo autor este evangelho e o livro de Atos. A data mais antiga possível de autoria seria mediatamente após os eventos registrados em Atos 28, c. 62 d.C.

Tanto Lucas quanto Atos são dirigidos a “Teófilo” (Lucas 1:3; Atos 1:1), sobre quem nada mais se sabe. O público mais amplo aparentemente seriam cristãos gentios ou judeus cristãos helênicos, de qualquer forma, uma audiência já familiar sobre Jesus. (Lucas 1:4).

RELAÇÃO COM OUTROS LIVROS

Lucas se parece muito com Marcos e Mateus, perfazendo os chamados três evangelhos sinóticos. Um pouco mais da metade das histórias de Marcos também aparecem em Lucas. Lucas e Mateus compartilham entre si cerca de 230 versos, a maioria de falas de Jesus ausentes em Marcos. Das relações entre esses evangelhos, muitos estudiosos concluem que Marcos e outra fonte também utilizada por Mateus (a Fonte Q) foram empregadas em Lucas.

Lucas-Atos aparece como um contínuo narrativo. Em comum, há um foco na vida coletiva, já a Igreja em Atos, e a ação do Espírito Santo. A relevância dada às mulheres é outro tema comum. Os discursos longos ocorrem nos dois livros.

É o evangelho sinótico com maior quantidade de material exclusivo (Sondergut). O Sondergut de Lucas ocorre primariamente na natividade (capítulos 1 e 2), nas narrativas de viagem (capítulos 9-19) e nas aparições pós-ressurreição (capítulo 24). No material exclusivo de Lucas encontram-se a parábola do Bom Samaritano (Lc 10:25–37) e a parábola do Filho Pródigo (Lc 15:11–32).

ESBOÇO

  1. Prólogo: evangelho escrito depois de uma investigação (1:1-4).
  2. Narrativas da natividade e infância (1:5-2:52).
  3. Ministério João Batista, batismo e a tentação de Jesus (3:1-4:13).
  4. Ministério de Jesus na Galileia (4:14-9:50).
  5. Ensinos e eventos no ministerío Jesus rumo a Jerusalém (9:51-21).
  6. Última ceia e morte de Jesus (22-23).
  7. Aparições pós-ressurreição (24).

Uma consideração sobre “Evangelho de Lucas”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: