Fonte Q

A fonte de Q (do alemão Quelle, fonte) é uma hipotética fonte comum – oral ou escrita – que os autores dos evangelhos de Mateus e Lucas usaram independentemente de Marcos.

A teoria das duas fontes é dada como a solução primária para o problema sinótico na maioria dos livros introdutórios.

O material compartilhado por Mateus e Lucas, mas não encontrado em Marcos consiste quase inteiramente em ditos de Jesus.

Há a suposição que Mateus foi o seu autor. No século II d.C., Papias disse sobre Mateus ter escrito os Oráculos ou Logia de Jesus. Contudo, outro autor do século II, Irineu, diz que Mateus teria compilado um evangelho em língua semítica, mais tarde traduzido para grego.

A fonte Q conteria as beatitudes, o grande mandamento, diversas parábolas (construção sobre a rocha, ovelha perdida, das bodas, talentos, fermentos, cegos guiando cegos, pássaros dos céus e lírios dos campos), vários ensinos e a oração do Pai Nosso.

BIBLIOGRAFIA

Kloppenborg, John S. Q, the earliest Gospel: an introduction to the original stories and sayings of Jesus. Westminster John Knox Press, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s