Epopeia de Gilgamesh

A epopeia de Gilgamesh é uma obra épica poética mesopotâmica que retrata a busca pela imortalidade por Gilgamesh, lendário rei de Uruk.

Compostos como contos orais dos sumérios, mais tarde foram fixados em textos cuneiformes em tabuletas de argila. A versão mais conhecida foi produzida pelo escriba Sin-Leqi-Unninni entre os séculos XIII e X a.C. em acádio.

O épico de Gilgamesh fazia parte do treinamento dos escribas. Talvez por essa razão haja tantas cópias e variações. Essas tabuletas foram encontradas nas bibliotecas e escritórios de copistas em Emar, Ugarit, Megiddo e Bogazkoy, cidades antida da Crescente Fértil e da atual Turquia. O exemplar de Megiddo, datado do século XIV a.C., possibilita que os hebreus tivessem conhecimento desse épico há muito tempo antes do exílio babilônico.

Alguns paralelos bíblicos famosos são a versão do dilúvio de Ut-Napishtim, uma planta da vida, uma serpente astuta.

BIBLIOGRAFIA
Alves, Leonardo M. A Epopeia de Gilgamesh, Ensaios e Notas, 2018.

Sin-léqi-unnínni. Ele que o abismo viu: a epopeia de Gilgámesh. Tradução de Jacyntho Lins Brandão. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s