Samaria

Samaria foi uma cidade e capital do reino do norte de Israel. A designação “Samaria” também pode referir-se ao Reino do Norte ou Israel, bem como a região circundante ou a área central dos samaritanos.

Talvez tenha sido a vila de Samir, na montanha de Efraim, onde viveu o juiz Tola (Jz 10:1-2). Indícios arqueológicos apontam para o início da ocupação durante a Idade do Ferro. No início do século IX a.C. sob a dinastia de Onri (1 Re 16) a cidade foi um importante centro comercial e político.

Destruída pelos assírios em 722 a.C (2 Reis 17); seus principais cidadãos foram exilados e estrangeiros da Síria e da Mesopotâmia reassentados na região.

Samaria foi reconstruída com estilo helenístico a partir de 30 aC por Herodes, o Grande, que a renomeou como Sebaste em homenagem a Augusto César (‘Sebastos’ é a forma grega de ‘Augusto’). A atual vila e sítio arqueológico de Sebastia manteve esse nome, fazendo parte da administração de Nablus, na Cisjordânia.

Apesar da semelhança dos nomes, os samaritanos não consideram a cidade de Samaria importante, mas sim Siquém/Nablus, dada sua proximidade com o Monte Gerezim. Por essa razão, eruditos contemporâneos distinguem entre “samarianos” (habitantes de Samaria) e “samaritanos” (adeptos da religião israelita).

BIBLIOGRAFIA

Franklin, Norma (2001). “Masons’ Marks from the 9th Century BCE Northern Kingdom of Israel. Evidence of the Nascent Carian Alphabet?”. Kadmos40 (2): 107–116. doi:10.1515/kadm.2001.40.2.97S2CID 162295146.Access Options

Franklin, Norma (2003). “The Tombs of the Kings of Israel: Two Recently Identified 9th-Century Tombs from Omride Samaria”Zeitschrift des Deutschen Palästina-Vereins119 (1): 1–11. ISSN 0012-1169JSTOR 27931708.

Mahieu, Bieke (2008). “The Foundation Year of Samaria-Sebaste and its Chronological Implications”Ancient Society38: 183–196. doi:10.2143/AS.38.0.2033275ISSN 0066-1619JSTOR 44080267.Access Options

Magness, Jodi (2001). “The Cults of Isis and Kore at Samaria-Sebaste in the Hellenistic and Roman Periods”The Harvard Theological Review94 (2): 157–177. doi:10.1017/S0017816001029029ISSN 0017-8160JSTOR 3657401S2CID 162272677.Download PDF

Park, Sung Jin (2012). “A New Historical Reconstruction of the Fall of Samaria”Biblica93 (1): 98–106. ISSN 0006-0887JSTOR 42615082.

Tappy, R. E. (2001). The Archaeology of Israelite Samaria: Vol. II, The Eighth Century BCE. Harvard Semitic Studies 50. Winona Lake, IN: Eisenbrauns.

Wetherill, R.; Tappy, Ron. E. (2016). “The Archaeology of the Ostraca House at Israelite Samaria: Epigraphic Discoveries in Complicated Contexts”The Annual of the American Schools of Oriental Research. American Schools of Oriental Research. 70JSTOR 26539223.

Yezerski, Irit (2017). “The Iron Age II S-Tombs at Samaria-Sebaste, Rediscovered”Israel Exploration Journal67 (2): 183–208. ISSN 0021-2059JSTOR 26740628.


4 comentários em “Samaria”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: