Juan Carlos Ortiz

Juan Carlos Ortiz (1934-2021) foi um ministro do evangelho argentino baseado nos Estados Unidos.

Nascido em Santos Lugars, um subúrbio de Buenos Aires; era o quinto filho de Concepcion Martos, uma costureira, e Hilario Ortiz, engenheiro ferroviário.

Seu pai era alcoólatra e ausente, Juan Carlos foi criado por sua mãe, conhecida como “Doña Mema”. Sua mãe converteu-se à Cristo em uma assembleia dos Irmãos (de Plymouth) e juntou-se à Asamblea Cristiana de Villa Devoto. Juan Carlos Ortiz começou a ensinar a Escola Dominical aos 14 anos e, aos 16 anos começou a pregar, compelido pelo Espírito Santo.

Estudou no Instituto Bíblico Rio de la Plata, um Seminário Teológico de Assembleias do Deus. Em 1954 trabalhou como secretário pessoal do evangelista americano Tommy Hicks que realizava campanhas evangelísticas pelo país. Depois, esteve dois anos como missionário, vivendo com os povos Mataco e Toba no norte da Argentina.

Juan Carlos conheceu Martha Palau, professora, e casaram-se em 1961 em Buenos Aires.

Foi convidado a dirigir a igreja El Tabernaculo de la Fe, uma congregação fruto das atividades de Tommy Hicks no centro de Buenos Aires. Esteve aí entre 1966 a 1977, quando se tornou umas igrejas mais visíveis da Argentina. Em 1969, iniciou um avivamento Buenos Aires, que mais tarde se espalhou pelo mundo, com o ministério de discipulado em pequenos grupos organizados por Juan Carlos.

O movimento de discipulado levou a uma renovação espiritual que seria classificada como um movimento carismático interna de muitas denominações tradicionais. Sem se ater aos usos e costumes ou denominacionalismos dos primeiros pentecostais, Ortiz trabalhou para união e renovação espiritual das igrejas, independente de denominações. Assim, e,m 1974 participou Congresso Internacional de Evangelização Mundial, realizado em Lausanne, na Suíça, organizado por John Stott e Billy Graham, iniciando o movimento da missão integral.

Em 1978, Juan Carlos migrou aos Estados Unidos. Passou a colaborar com o pastor reformado Robert Schuller, dirigente da Crystal Cathedral em Garden Grove, Califórnia. Entre 1989 e 2000, Ortiz dirigiu o ministério espanhol da Crystal Cathedral. Depois, dirigiu a congregação River Church em Anaheim que chegou a ter mais de 7.000 membros.

BIBLIOGRAFIA

Ortiz, Juan Carlos. Discípulo. Betania, 1978.

Ortiz, Juan Carlos; Palau, Martha. From the Jungles to the Cathedrals: the captivating story of Juan Carlos Ortiz. Miami, Florida: Editorial Vida, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: