Papiro 137

Fragmento também identificado como Papyrus 137, {\mathfrak {P}}137, P.Oxy. LXXXIII 5345, do evangelho de Marcos, possivelmente o mais antigo até então encontrado.

Trata-se de um fragmento encontrado em 1903 em Oxyrhynchus, mas somente publicado em 2018. Contém trechos de Marcos 1:7-9; 1:16-18 em ambos lados da folha (frente e verso), indicando ser originalmente parte de um códice.

É datado do final do século II ou III.

Foi foco de uma controvérsia nos anos 2010 quando especulou-se que seria datado do século I e supostamente estaria sendo vendido para o Museu da Bíblia de Washington.