Nicola Baldacci

Nicola Baldacci (1910-2000?) escritor, pacifista e teólogo leigo italiano.

Nascido em Pescara, Nicola Baldacci era um autodidata. Curioso, correspondia com diferentes grupos religiosos, disposto a aprender suas doutrinas. Durante toda sua vida trabalhou como barbeiro.

Aos vinte anos escutou o evangelho por meio de seu irmão Raffaele recém-convertido. Em 1930 converteu-se e foi batizado pelo ancião da Congregazione Cristiana Pentecostale em Pescara.

Casou-se com Rosa di Tinco, crente e membro da Igreja de Ginosa.

Sendo pacifista e por objeção de consciência, recusou-se a servir as Forças Armadas italianas na Segunda Guerra Mundial. Consequente, em 1941 foi condenado a dois anos de prisão. Durante esse período, aprofundou-se na leitura bíblica.

Depois da Segunda Guerra Mundial, com a crescente organização da Obra Pentecostal na Itália, Baldacci começou a corresponder com Louis Francescon e aderir à ala não afiliada às Assemblee di Dio in Italia (ADI).

Nos anos 1950, Nicola Baldacci começou a escrever e publicar por conta própria livros e panfletos. Tratava de questões doutrinárias, eclesiológicas, testemunhos e literatura devocional.

As redes de contato e comunhão de Baldacci incluia a Christian Congregation de Chicago, as Congregazioni Cristiane Pentecostali na Itália e a Congregação Cristã no Brasil. Eventualmente, o grupo em Pescara em que ele congregava seria um dos núcleos iniciais da Congregazione Cristiana in Italia.

Em 1969, Baldacci ganhou um prêmio do governo israelense. Foi convidado a conhecer o Estado de Israel, onde voltaria mais uma vez.

BIBLIOGRAFIA

Baldacci, Niccola. Di Verso in Verso Alla Ricerca Della Luce per l’edificazione Del Corpo Di Cristo. Pescara: Giuseppe Fabiani, 1963.

Baldacci, Niccola. Storia Della Mia Prigionia e Del Mio Esilio : Con Altre Poesie Di Vari Soggetti: Tribolazione Di Un Fratello in Cristo. Pescara: Tipolino la Stampa, 1983.

Baldacci, Nicola. L’essenza Della Vita Cristiana. 2nd ed. Pescara: Tipolito Fabiani, 1977.

Baldacci, Niccola. Promemoria Dei Re Del Popolo Ebreo : (Ad Edificazione Dei Cari Lettori). Pescara, 1998.

Baldacci, Nicola, and Rosa Di Tinco. Cari Lettori : Chi Di Voi Unitamente a Noi, Desidera Ritornare All’osservanza Dei Sani Insegnamenti Delle Sante Scritture? Pescara: Tip. Caribaldi e Surricchio, 1956.

Miriam Castiglione

Miriam Castiglione (1946-1982) historiadora e antropóloga italiana, investigou o pentecostalismo como religião popular no sul da Itália.

Filha de um pastor valdense, estudou história contemporânea na Universidade de Bari. Influenciada pela meridionalística do antropólogo Ernesto di Martino e do historiador Vittorio Lanternari, investigou com métodos etnológicos e de história oral a difusão pentecostal na província da Apúlia.

Empregou suas análises críticas para fortalecer movimentos populares evangélicos, colaborando com partidos políticos, teatros populares, comunidades de base e grupos juvenis.

Como professora contratada do Instituto de História Moderna da Faculdade de Letras e Filosofia da Universidade de Bari coordenou um grupo de estudos sobre o movimento pentecostal italiano na região meridional da Itália.

BIBLIOGRAFIA SELETA

Castiglione, Miriam. “Aspetti e Problemi Del Pentecostalismo Contemporeano.” Tese dottorale di etnologia, Università di Bari, 1970.

Castiglione, Miriam. “Aspetti Della Diffusione Del Movimento Pentecostale in Puglia.” Uomo e Cultura 9 (1972): 102–118.

Castiglione, Miriam; Henry Mottu. Religione Popolare in Un’ottica Protestante: Gramsci, Cultura Subalterna e Lotte Contadine. Torino: Claudiana, 1970.

SOBRE

Peyrot, Bruna. Una Donna Nomade. Miriam Castiglione Una Protestante in Puglia. Collana: I Grandi Piccoli. Profili. Roma: Lavoro, 2000.