Quenezeu

Família ou povo de significado incerto. Está entre os povos que Deus prometeu a Abraão que os israelitas desapropriariam (Gn 15:19). Os quenezeus viviam no Negebe, região desértica ao sul de Judá, antes da conquista dos israelitas. A tribo de Judá absorveu alguns dos quenezeus como Calebe e Otniel, enquanto Edom absorveu outros. Os quenezeus talvez fossem aparentados dos queneus, compartilhando a metalurgia (1 Crônicas 4:13-14).

O nome provavelmente deriva seu nome de Quenaz – um descendente de Esaú (Gn 36:11, 15) – e chefe dos edomitas (Gn 36:42). Jefoné, o quenezeu, pode ter se casado com uma mulher da tribo de Judá. Seu filho era Calebe (Nm 32:12; Js 14:6, 14; 15:13) e Otniel é chamado de filho de Quenaz.

Otniel

Otniel ou Otoniel filho de Quenaz, em hebraico: עָתְנִיאֵל בֶּן קְנַז, foi o primeiro dos juízes bíblicos. A etimologia de seu nome é incerta, mas pode significar “Deus/Ele é minha força” ou “Deus me ajudou”.

É chamado de “Otniel, filho de Quenaz, irmão de Calebe” (Josué 15:17). Quando Calebe promete a mão de sua filha Acsa a quem conquistar a terra de Debir, Otniel aceita o desafio, tornando-se genro de Calebe.

Depois da morte de Josué, os israelitas voltaram ao pecado e foram dominados por Cuchã-Risataim, rei de Aram-Naaraim (Mesopotâmia) por oito anos. Os israelitas clamaram a Deus, Otniel foi levantado para ser seu libertador. Sob Otniel, a paz durou quarenta anos. (Jz 3:7-11).

É mencionado nas genealogias de 1 Cr 4:13; 27:15. Apesar de ser o único juiz ligado à tribo de Judá, seu parentesco do Calebe leva a deduzir que seria um quenezeu, descendente de Jefoné (Js 14:6, 14; Nm 32:12).