Epicurismo

Uma escola filosófica iniciada por Epicuro (341–270 aC). Ensinava que o objetivo da vida deveria ser maximização do prazer e da minimização da dor. Assim, seria possível atingir a ataraxia, “tranquilidade”.

Os epicuristas acreditavam que a tranquilidade era alcançada por meio do aprendizado e da prática daquilo que constitui uma vida virtuosa: ter amigos íntimos, evitar pessoas negativas e não ter medo dos deuses distantes, do julgamento ou da vida após a morte.

No período helenista o epicurismo teve suas inserção no judaísmo. Talvez fossem os saduceus a versão judaica do epicurismo.

No Novo Testamento, a única mençã9 explícita aos epicuristas acontece em At 17, quando Paulo debateu com alguns deles em Atenas.

Herodes Agripa I

Herodes Agripa I, neto de Herodes o Grande e governante da Palestina de 41 a 44. Perseguiu os primeiros cristãos e, de acordo com At 12, foi o responsável pela decapitação de Tiago, filho de Zebedeu, e pela prisão de Pedro (At 12: 1-4). Sua morte, comido de bichos, teria sido em retribuição à sua impiedade (At 12:20-23).