Período Persa

Época entre 539 a.C. e 330 a.C. em que os persas dominavam em todo o Oriente Próximo, também chaamdo de período aquemênida devido o nome da dinastia. Nesse período, os israelitas foram permitidos retornarem e reconstruírem suas instituições na terra de Judá (Yehud era o nome persa para a região), embora muitos continuaram a viver na Diáspora.

O império persa começou com a conquista do reino da Média, igualmente de origem iraniana, por Ciro II por volta de 550 a.C, e terminou em 330 a.C com a morte de Dario III e a conquista de Alexandre da Macedônia. Em sua maior extensão, o Império Persa se estendia da Líbia na África, do rio Danúbio na Europa até o rio Indo e Sogdiana, na Índia.

A vitória de Ciro sobre Nabonido da Babilônia em 539 a.C e marcou a libertação dos hebreus do exílio na Babilônia. O Segundo Templo foi construído em Jerusalém e outros pelo império persa. A guarnição judaica em Elefantina no Egito constitui uma fonte histórica importante para esse período. A língua aramaica passou a ser adotada largamente por todo o Antigo Oriente Próximo, substituíndo o acadiano como língua literária e franca.

Vários textos bíblicos estão situados nesse período, como Ageu, Zacarias, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias, Ester e Daniel. Adicionalmente, vários outros textos bíblicos passaram por substanciais edições nesse período.