Terá

Terá, hebraico: תֶּרַח, é filho de Naor, pai do patriarca Abraão e avó de Ló.

Teria nascido em Ur dos Caldeus (Cassidim) e se mudado a Harã.

Uma dificuldade bíblica é a idade que viveu. No Texto Massorético e na Septuaginta Terá tinha 70 anos quando seu filho Abrão nasceu (Gn 11:26-27) e 205 anos quando morreu, o que faria Abrão ter 135 anos na época (Gn 11:32). No entanto, em Gn 12:4 (cf. At 7:4) Abrão tinha 75 anos quando deixou Harã e foi depois da morte de Terá. Segundo o Pentateuco Samaritano Terá morreu com 135 anos.

Em Josué 24:2 é registrado uma tradição alternativa de que Terá adorava outros deuses. Uma tradição árabe posterior atribui a Terá o ofício de fabricador ou comerciante de ídolos.

Outras menções aparecem em 1 Crônicas 1:17-27 e Lucas 3:34-36.

Matusalém

Em hebraico: מְתוּשֶׁלַח , ; em grego: Μαθουσάλας Mathousalas, um patriarca bíblico cuja vida foi a mais longa da Bíblia, 969 anos de acordo com o Texto Massorético e com a Septuaginta, embora apareça com “meros” 720 anos no Pentateuco Samaritano e no Livro de Jubileus. Irrespectivo de qual recensão, teria morrido no ano do dilúvio.

Matusalém era filho de Enoque, pai de Lameque e avô de Noé. É mencionado nas genealogias em 1 Crônicas e no Evangelho de Lucas.

A Lista de Reis Sumérios menciona um personagem chamado Ubara-Tutu com paralelos a Matusalém. Ubara-tutu (ou Ubartutu) de Shuruppak foi o último rei antediluviano da Suméria e teria reinado por 18.600 anos (5 sars e 1 ner). Ele era filho de En-men-dur-ana, uma figura mitológica suméria comparada a Enoque, pois não teria morrido.

Alguns comentadores (Donald V. Etz; Ellen Bennet) argumentam que os anos da genealogia de Gênesis 5, consequentemente a idade de Matusalém, foram interpretadas erroneamente. Sugerem que os termos traduzidos por anos nos seriam, então, estações ou outras unidades, o que reduziriam a idade de Matusalém de 78 a 96 anos, conforme o comentador.

BIBLIOGRAFIA

Etz, Donald V., “The Numbers of Genesis V 3-31: a Suggested Conversion and Its Implications”, Vetus Testamentum, Vol. 43, No. 2, 1994, pages 171–187.

Jacó

Nome de duas pessoas na Bíblia.

  1. Jacó é um dos patriarcas hebreus. Irmão gêmeo mais novo de Esaú, filho de Isaac e Rebeca, pai de Diná e de doze filhos, patriarcas das tribos.

O nome de Jacó foi mudado para Israel (Gn 32:28; 35:10). Deus renova com Jacó a promessa e aliança feita a Abraão e Isaque, de terra e descendência (Gn 28:13-15). Jacó experimentou manifestações divinas (Gn 28:10-22; 32:3-22). Casou-se com Leia e Raquel. Acompanhou os filhos ao Egito, onde morreu (Gn 49:28-50:14).

2. O pai de José, marido de Maria (Mt 1:15-16).